sábado, 19 de abril de 2008

Day one #1

OI
oihehe
nao sei
hehe
hehe
hehe
Depois de 780 horas de viagem,finalmente estamos feias juntas.
Com o novo membro do clã os-vado frangay
Fotos de nossos melhores angulos:


quinta-feira, 17 de abril de 2008

Posso dizer que eu não sei o que dizer?
Acabei de comer (sim,eu falo COMER SORVETE,pega eu) 1 litro,repito,1 litro de sorvete de passas ao rum e estou mais hiperativa que criança na fila do algodão doce.
É amanhã,PORRA!!!!!!!!

é

Tipo, nós estamos estressadas. É, estressadas.
Não sei se por que nós desejamos TANTO isso que, agora que falta 1 dia (e MEIO) pra tão esperada hora, queremos tudo perfeito. Perfeito. Mas não precisa ser perfeito. Só precisa ser. E ser já é muito (não me venham com Hamlet “SER OU NÃO SER, that’s the question” que essa frase é muito mais que essa mera indagação – eu disse que tava por um fio).
Sabe, eu to estressada. Eu to nervosa. Eu to NAQUELES dias. Eu comi cinco bom-bons – eu nunca como cinco bom-bons. Daqui há cinco dias eu verei o resultado desses cinco bom-bons. Eu to com anemia. Eu não caminho dois metros sem ficar ofegante. Eu tenho uma matéria pra fazer e eu NÃO SEI SOBRE O QUE fazer. E é pra quarta que vem. Eu tenho três provas na semana que vem que eu nem sequer estudei. Tenho livros do Freud pra ler e gostar que eu nem sequer encostei. Maldita antropologia filosófica. Tenho uma mala pra fazer, e tenho que levar menos de 25% do meu armário. Isso é difícil: quero levar tudo pra não ter dúvida. Tenho um presente pra comprar. Tenho que comprar o presente da minha melhor amiga ever and foverer até o infinito e além E EU NÃO SEI o que comprar. Eu não sei o que comprar. E o aniversário dela foi há uma semana.
Não saber o que comprar pra melhor pessoa que você conhece é um problema. Você vendeu o pâncreas pra pagar tarifa do Táxi-Porto Alegre, Porto Alegre-Curitiba, Curitiba-Ourinhos, Ourinhos-Piraju, Piraju-Taguaí (finalmente), mas não é o problema do dinheiro. Ok, é também. Mas não é; isso se faz um esforço. Mas você não saber como agradar materialmente sua BF é frustrante. Quando sua BF ouve músicas totalmente avessas as que você escuta, quando sua BF lê coisas totalmente contrárias aos romances nova-iorquinos que você lê e – não menos importante - quando a sua amiga não acha o que você acha bonito é frustrante. Como agradar? Tipo, como agradar mais do que ir ATÉ ela. Como deixar uma lembrança do tipo “Lembra quando você me trouxe esse presente da primeira vez que você veio aqui mano Jé”. Daí, quando vocês tiveram 32 anos e ainda estiverem solteiras e bebendo vinho ouvindo I Don’t Wanna Miss a Thing do Aerosmith vocês chorarão abraçadas e depois falaram mau das pessoas que rodeavam vocês na sua adolescência. SABE, essa situação? Eu sei.
Só quero deixar uma lembrança, deixar o melhor. Deixar sua amiga saber o quanto é o melhor que você tem. Por mais que ela já saiba.
Odeio dinheiro. Já disse isso? Já disse que odeio ter que depender do dinheiro as vezes? Odeio. Tá fora do contexto, mas odeio.
Eu sei, com certeza que eu to estressada. E eu sei que eu a Bá temos quase nos pego no fight nas últimas conversas mas É TUDO nervosismo. É um churrasco que não deu certo, uma festa que não deu certo. Mas Bá, agora é pra você: outra coisa deu certo e eu vo pra Taguaí saca? Melhor ainda, eu vou estar do TEU LADO, entende isso? E tipo, abraçar você, beber com você, comprar colares do RBD com você e arrastar frangos de plásticos com você é tudo que importa. É isso.

domingo, 13 de abril de 2008

a7x

Devo confessar que nunca fui uma fervorosa devota de shows,não me agrada compartilhar 1 cm cubico com 2 pessoas suadas com seus orgãoes sexuais roçando na minha pele,mas essa semana eu trai o movimento.Já fazia uns dois meses que corriam boatos por ai que a minha 2/3ª banda favorita ia expor sua live performance aqui no Brasil,em SP.Bom,com todas essas inverdades que rolam no mundo virtual resolvi não dar muita bola,porém na sexta feira,meu coleguinha de sala Zic me informou que realmente o baguio tava sériao,então eu decidi entrar na comunidade pra dar um bizu.Juro por Deus que eu tremi,tinha um tópico com 78565699 posts falando de A7x no Brasil.Como minha internet discada não colaborava na missão de me deixar a par dos acontecimentos no tópico eu cliquei desesperadamente, - que alias quase me custou um mouse novo e o mouse pad do Hulk esta parcialmente desintegrado - ha muito eu não sentia essa 'dor' gostosa de noticia boa (em relaçao a bandas,plz),e em cima da hora ainda,tudo que é na correria é tão mais agradavel.Comecei a ler maguivermente o topico,abrindo todos os links - inclusive alguns virus - mas encontrei o que eu queria,data e DATA.Eu só senti esse gelo na barriga duas vezes na vida: quando blink disse que faria uma turne passando pelo Brasil,e a outra foi quando eu entrei descabelada,suando mais que tampa de marmita na primeira aula de geometria essa ano :

(profe,i love u)


Tive uma conversa franca com meu pai e abri o coração.Na verdade foi mais um monologo com pseudo respostas monossilabicas,mas eu fiz valer minhas noites ensaiando discurso na frente do espelho,as vezes eu emociono meu pai com meus discursos revolucionarios.Bom,o que importa foi que fui bem sucedida e que vou ver o show e voce nao.Vo agarra o Shadows. "U NÃÃÃO" a lá Bugiu,vulgo Beckham vulgo Beck,é ele tem um apelido do apelido DO APELIDO.










Segundo Evento BáJeTataBitoca 3>~

sábado, 12 de abril de 2008

Atrasado, e daí?

Desculpa, desculpa e desculpa – três vezes pra que não se tenha sombra de dúvidas. BÁ: DESCULPA! Eu não cumpri a tradição de fazer um lindo post memorável de aniversário que te faz alagar esses olhinhos puxados. É, não postei. Mas escrevi. No ônibus, indo pra faculdadxi. Escrevi e chorei (OLHA O QUE EU PASSO POR TI GURIA). Não adianta, se for pra falar de ti, eu juro que choro. Se não me debulho em lágrimas lacrimejo o mínimo – tipo como eu to agora. Daqui a pouco a tia Mari pergunta se eu briguei com o námors.
Mas eu pensei, pensei muito, e escrevi duas folhas inteiras sacolejando no banco. Escrevi coisas que tu já sabes mais que ninguém. Bázinha, tu, e só tu sabe o que tu significa pra mim e como tu mudou minha vida.
Eu to indo pra SP daqui a uma semana, fazer maior programa de índio, ficar um dia viajando e ( se muito) passar dois dias contigo. Mas eu faço isso. Óbvio que faço. Deus sabe o quanto eu quis isso. Sabe o quaaaanto eu enchi o saco de mamãe e papai meses e meses a fio: “PAI O QUE TU ACHA DE IR PRA SP?”. E eu consegui. Agora com passagens compradas, eu sinto que MANO SÓ FALTA UMA SEMANA pra mim dormir contigo novamente. Pra fazer tudo que a gente já faz há três anos e pra sair correndo pela rua com um frango de plástico.
Bárbara, eu amo você tanto que eu não sei mais como me declarar pra ti, não sei mais como dizer que tu é uma amiga de verdade e que pouco me importa tudo que todo mundo já ta cansado ouvir.
E e e e e e e e e e e e e e e e e e e
Essa viagem é nosso presente de três anos saca? Lembra do primeiro presente que eu dei pra ti? Aquela zebrinha do Madagascar que eu olhei e disse É A TUA CARA! Depois tu me disseste que odiava Madagascar. Ok, ok. A gente deve ter rido disso uma semana inteira e depois passou. Pouco me importava se tu não gostava de Madagascar e pouco te importou, também, se tu não gostava do filme. O que importou foi que, assim, a gente chegou aqui. E eu me sinto mais gay que uma lésbica falando isso tudo mas mas mas, eu to tentando mostrar pro mundo que nós SOMOS normais. E se a gente é agressiva assim com o sentimento, me desculpa, mas a gente nasceu pra apanhar UHEHIEUH. FICADICA. E, por favor, não tem melação. Mas nós nos amaaaaaaamos de verdade e é a coisa mais linda essa amizade goixtosa que nós sustentamos forever and ever.

FALTA UMA SEMANA!!
Eu, Otavio, Bitoca -> Taguaí.
AGUARDEM :*

quarta-feira, 9 de abril de 2008

my Truelove.

Na véspera do meu niver,darei um presente de mim,para mim:
Eu dava facil


um abraço e um beijo,sou sua fã,viu Emile Hirsch,sucesso hehe
capaz,com um desse eu nunca mais saia da cama
Parabens Bá,tapinha no bumbum flacido.
eu sou carente ne.